Páginas

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

A emoção acabou

A emoção acabou de criatividade não sobrou nem uma migalha, as palavras sumiram, e agora só me restou à solidão e muitas paginas em branco, antes eu transformava todas minhas emoções e pequenos versos, mas agora a emoção acabou.
Todos os venenos que eu fabricava eu despejava em textos ásperos, agora eu engulo gota por gota, vou me matando aos poucos, e o veneno é amargo, mas não tão amargo quanto à sensação de saber que a emoção acabou.
Antes todos meus amores viravam poesia, musica, agora o amor se foi, as poesias estão sem graça e as musicas sem ritmo, o amor foi embora e com ele levou a emoção, e sem emoção não sinto mais ódio, nem alegrias, não escrevo não vivo.

5 comentários:

Anônimo disse...

Você não está em estado de latência sua piranha maldita. Olhe na porra do espelho como se fosse uma viciada e se pergunte o que você está fazendo... Mande o filho da puta para o inferno. Seus textos são a minha alama vadia. Continue escrevendo.

Laura K. disse...

A falta de amor me trás inspiração... mas acho que deveria ser o contrário.

Andreza Fialho disse...

Gosto quando você escreve :(

Anônimo disse...

vc escreve bem, continue!

Anônimo disse...

vc escreve bem, continue!