Páginas

sábado, 1 de janeiro de 2011

Voando

Estranho o fato que as frases passam pela minha cabeça e desaparece pela minha boca sem despedidas, eu ate tento colocá-las no papel, porem não da tempo, elas voam, vão para outros lugares, outras cabeças, formam outras opiniões e vão embora , e assim deixam outras mentes sem despedidas , e outros papeis em branco, como os meus.

2 comentários:

Érika disse...

as vezes, falando sozinha as coisas fazem mais sentido do que quando eu quero escrever algo serio >.< é estranho mas quase sempre acontece. As palavras realmente não escolhem hora para aparecer.

Renata Pessoa disse...

Oiii, Bia Hyde, eu adorei seu blog, nossa eu sempre quis ter unhas descascadas, calças rasgadas, cabelos mal pintado e mal cortados, vc escreve muito bem, Parabéns!
seguindo Bala na agulha*:)
me faça uma visita http://renatapessoinha.blogspot.com/

bjus*:)